Haute Mess e as acusações de racismo

Lembra que mês passado, postamos aqui os gifs animados que a Vogue Itália disponibilizou pra divulgação do editorial Haute Mess, fotografado por Steven Meisel? (Se você não lembra clica aqui! rs) Pois então que o editorial saiu e já causa muita polêmica (desnecessária na minha opinião): está sendo acusado de racismo.
Está mais do que claro que a inspiração do editorial é o universo das Drag Queens, entretanto, as poses e caracterizações das modelos vêm sendo trucidadas por inúmeros sites e revistas. A revista Vibe declarou:
"Muitas estão levantando a sobrancelha para as fotos porque as mulheres parecem estar interpretando alguns estereótipos. Por exemplo, os penteados das modelos podem ser vistos em quase todos os desfiles de cabelos afros. É muito claro que o tema da sessão foi ‘gueto’, ‘Ghetto Fabulous’ para ser exato. No entanto, na tentativa de alcançar o fabuloso eles entraram para a ignorância. Vou dar a Vogue Italia o benefício da dúvida de que não era sua intenção de ser racista ou de ofender ninguém, mas vamos ser realistas por um momento: Quanta meninas brancas (ou de qualquer outras origens étnicas) você conhece que se vestem ou se parecem com isto? Exatamente. A palavra racista pode ser dura para descrever este editorial, mas foi definitivamente feito de mau gosto e muito julgamento"
E depois de ler tal declaração me pergunto: "OI?"
Editorial, como gênero narrativo, é caracterizado como o texto que expressa a opinião de todo um veículo de comunicação. Os editoriais de moda (sempre em forma de imagens), têm também essa função, mas, principalmente, a de apresentar novas temáticas, tendências, new faces e, as vezes, até causar polêmica (que fazem parte, né?). Mas, continuo sem saber de onde a Vibe tirou tudo isso, rs. "Quantas meninas brancas (ou de qualquer outras origens étnicas) você conhece que se vestem ou se parecem com isto?" Sinceramente? Nenhuma! Nem branca, nem negra, nem índia, nem oriental, nem nada. Entretanto, já vi inúmeras Drags extremamente parecidas (talvez por isso o eixo central do editorial sejam elas, rs).
Claro que o mundo da moda apresenta um histórico de racismo, entretanto, fazer deduções não muito plausíveis e um tanto duvidosas, já é demais.
Até porque, chegamos ao ponto de, em uma palestra, uma doutora afirmar que a palavra denegrir apresenta caráter racista e judiar é preconceituosa, pois fazem referência, respectivamente, aos negros e judeus. Todo esse radicalismo me assusta, e muito!
Enfim, acho que todas essas polêmicas e acusações são besteira. No mais, achei o editorial lindo! Parabéns à Vogue Itália, às modelos e ao Steven Meisel. 
E vocês, o que acham?
PolêmicazZzZZzZZZzZzZzZROINC

Fotos: Reprodução

2 comentários:

Anônimo disse...

concordo plenamente.....

Willian Jones disse...

Bem pelo menos uma negra eles colocaram ne

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...